Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/9874
Tipo de Documento: Monografia
Título: Práticas de educação ambiental em uma escola ribeirinha do município de Estância, Sergipe
Autor(es): Ramos, Camila Silva
Data do documento: 6-Nov-2017
Orientador: Santos, Sindiany Suelen Caduda dos
Resumo: A presente pesquisa tenciona abordar a importância da educação ambiental no espaço formal perante as crises ambientais do período contemporâneo. Para tanto, o objetivo do estudo é identificar as concepções e práticas de educação ambiental existentes na Escola Municipal Maria Isabel situada na Área de Proteção Ambiental (APA) do Litoral Sul, no município de Estância, Sergipe. O estudo é de caráter quali-quantitativo. A pesquisa bibliográfica apresenta o surgimento da educação ambiental, as suas implicações para conservação e a abordagem do tema na contextualização entre o ambiente formal e o meio circundante, a exemplo de escolas situadas em Unidades de Conservação. A coleta de dados foi realizada com base na observação assistemática e não participante, além disso, foram aplicados questionários semi-abertos com os gestores e professores, iniciados em setembro e finalizados em dezembro de 2016. Foram elaboradas categorias de análise para a investigação de práticas dentro da escola, bem como a possível relação existente entre a escola e a APA. Na análise de dados, identificaram-se três concepções de meio ambiente: naturalista (42%), antropocêntrica (8%), globalizante (42%), e duas tendências de educação ambiental, preservacionista e crítica. O resultado da pesquisa revela que as práticas ocorrem de modo pontual, principalmente em datas comemorativas e são raramente contextualizadas com a APA, visto que, 62% dos professores afirmaram desconhecer que a escola está inserida em uma Área de Proteção Ambiental. Além disso, grande parte dos gestores e professores responsabilizam as disciplinas de ciências e geografia no desenvolvimento de atividades de educação ambiental. Nesse contexto, verifica-se a multidisciplinaridade dessa temática e observa-se a necessidade da formação continuada tanto dos gestores como de professores no que se refere à educação ambiental
Abstract: The present research intends to address the importance of environmental education in the formal space in the face of the environmental crises of the contemporary period. Therefore, the objective of the study is to identify the conceptions and practices of environmental education existing in the Maria Isabel Municipal School located in the Environmental Protection Area (APA) of the South Coast, in the municipality of Estância, Sergipe. The study is qualitative and quantitative. The bibliographic research presents the emergence of environmental education, its implications for conservation and the approach of the theme in the contextualisation between the formal environment and the surrounding environment, such as schools located in Conservation Units. Data were collected based on non-participant observation, and semi-open questionnaires were administered to managers and teachers, which began in September and were completed in December 2016. Analysis categories were developed for the investigation of practices Within the school, as well as the possible relationship between the school and the APA. In the analysis of data, three environmental conceptions were identified: naturalistic (42%), anthropocentric (8%), globalizing (42%), and two tendencies of environmental education, preservationist and critical. The result of the research reveals that the practices occur in a timely manner, mainly in commemorative dates and are rarely contextualized with the APA, since, 62% of the teachers stated that they do not know that the school is part of an Environmental Protection Area. In addition, most managers and teachers make science and geography disciplines responsible for the development of environmental education activities. In this context, the multidisciplinarity of this subject is verified and it is observed the need for the continuous training of both managers and teachers regarding environmental education
Palavras-chave: Biologia
Ensino de biologia
Escola municipal
Educação ambiental
Multidisciplinaridade
Conceptions and practices
Conservation unit
Multidisciplinarity
Estância (SE)
área CNPQ: CIENCIAS BIOLOGICAS
Idioma: por
Sigla da Instituição: Universidade Federal de Sergipe
Departamento: DBI - Departamento de Biologia – São Cristóvão – Presencial
Citação: Ramos, Camila Silva. Práticas de educação ambiental em uma escola ribeirinha do município de Estância, Sergipe. São Cristóvão, SE, 2017. Monografia (licenciatura em Ciências Biológicas) – Departamento de Biologia, Centro de Ciências Biológicas e da Saúde, Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2017
URI: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/9874
Aparece nas coleções:Biologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Camila_Silva_Ramos.pdf1,38 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.