Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/9881
Tipo de Documento: Monografia
Título: Utilização de atividades práticas experimentais no ensino de morfologia e anatomia das angiospermas
Autor(es): Menezes, Lucielle Tavares
Data do documento: 6-Nov-2017
Orientador: Rosa, Isabela Santos Correia
Resumo: O ensino de Botânica, na Educação Básica, é considerado como sendo a área de maior dificuldade em relação à construção de conceitos por parte dos estudantes, pelo fato de ser apresentado de forma descontextualizada, tecnicista e com excesso de informações a serem memorizadas, revelando a necessidade de se inovar no processo de ensino e aprendizagem. Desta forma, é recomendável o uso de diferentes modalidades didáticas, sobretudo, de aulas práticas experimentais, a fim de promover a interação entre professor-aluno e aluno-aluno, a compreensão do conteúdo e a participação ativa dos estudantes. Nesse sentido, a presente pesquisa teve como objetivo analisar a utilização de aulas práticas experimentais para o ensino e aprendizagem da Morfologia e anatomia das Angiospermas. Para tanto, realizou-se um estudo de caráter qualitativo com elementos de uma pesquisa-ação, com 42 estudantes de três turmas do Ensino Médio do turno matutino em uma escola da rede pública de ensino no município de Aracaju, Sergipe. A execução da pesquisa interventiva ocorreu durante três dias consecutivos no contra turno, com três aulas por dia (cada aula com duração de 50 minutos). A coleta de dados foi realizada por meio do relato de experiência e aplicação de um questionário com os estudantes ao final da intervenção pedagógica. Como resultados, a pesquisa revelou que é um grande desafio despertar nos estudantes o interesse em estudar os conteúdos relacionados à Botânica, sendo a complexidade dos termos científicos um dos principais fatores que reforçam de forma negativa o desestímulo por parte dos mesmos pelas áreas da Biologia e, especialmente pela Botânica. Sobretudo, as atividades práticas experimentais foi considerada a metodologia mais válida e adequada para o entendimento e a compreensão de tais assuntos quando se propõe a investigação, o questionamento e a reflexão. Além disso, verificou-se que a relação de afeto entre professor e estudante contribui para a melhoria do processo de ensino e aprendizagem
Palavras-chave: Biologia
Ensino de biologia
Botânica
Angiospermas
área CNPQ: CIENCIAS BIOLOGICAS::BOTANICA
Idioma: por
Sigla da Instituição: Universidade Federal de Sergipe
Departamento: DBI - Departamento de Biologia – São Cristóvão – Presencial
Citação: Menezes, Lucielle Tavares. Utilização de atividades práticas experimentais no ensino de Morfologia e Anatomia das Angiospermas. São Cristóvão, SE, 2017. Monografia (licenciatura em Ciências Biológicas) – Departamento de Biologia, Centro de Ciências Biológicas e da Saúde, Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2017
URI: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/9881
Aparece nas coleções:Biologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Lucielle_Tavares_Menezes.pdf981,33 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.