Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/16093
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorSantos, Gilcenir Ramos dos-
dc.date.accessioned2022-08-11T22:59:10Z-
dc.date.available2022-08-11T22:59:10Z-
dc.date.issued2014-07-30-
dc.identifier.citationSANTOS, Gilcenir Ramos dos. Obtenção, caracterização e estudo da estabilidade de corante antociânico de repolho roxo (Brassica oleracea). 2014. 99 f. Dissertação (Mestrado em Ciência e Tecnologia de Alimentos) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2014.pt_BR
dc.identifier.urihttp://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/16093-
dc.description.abstractThe consumption of products with natural substances has been growing substantially. These substances provide health benefits and can be found in several plant species with high antioxidant responsible for the prevention of cardiovascular diseases and cancer ability. Among these plant stands out purple cabbage, present in our cooking, vegetable rich in anthocyanins, an excellent natural pigment, easy to extract, soluble in water which gives the red color to food and can be used in the food industry into replacing the coloring synthetic. Due to its instability, the action of light, heat and variations of the medium where they are present, the use of anthocyanin is still restricted. Thus a study to increase this stability with the intent of this natural dye replace the artificial coloring is necessary. Thus the present study aimed to obtain formulations that favor the stability of the above pigment extracted from red cabbage by freeze drying, spray - spray drier and tray drier, using the vehicle as a stabilizing carbohydrate maltodextrin. To this end, we assessed levels of anthocyanins, total polyphenols, total antioxidant activity and color of red cabbage "in natura", its extract and powder dyes, stored for 56 days under light incidence and shelter. Also pH, total acidity (TA), soluble solids (° Brix), water activity and moisture were determined. All dyes showed low moisture content and water conditions that hinder the development of microorganisms. In the production of powder dyes was no loss of red color and increased degradation when stored under light incidence. The use of any of the dehydration methods evaluated did not feature significant differences in anthocyanins, polyphenols and antioxidant content, but the dye subjected to dehydration by lyophilization had higher anthocyanin content in both the presence and absence of light and the dye obtained by spray drier showed a higher polyphenol content and antioxidant activity. The Tukey test at 5% probability and the best drying process was applied was the one carried out by spraying, "spray drier", suffered less degradation and conferred greater stability.eng
dc.languageporpt_BR
dc.subjectTecnologia de alimentospor
dc.subjectCorantes em alimentospor
dc.subjectRepolhopor
dc.subjectAntocianinaspor
dc.subjectAntioxidantespor
dc.subjectCorantespor
dc.subjectRepolho roxopor
dc.subjectDyeseng
dc.subjectAnthocyaninseng
dc.subjectRed cabbageeng
dc.subjectAntioxidantseng
dc.titleObtenção, caracterização e estudo da estabilidade de corante antociânico de repolho roxo (Brassica oleracea)pt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.contributor.advisor1Constant, Patrícia Beltrão Lessa-
dc.description.resumoO consumo de produtos com substâncias naturais vem crescendo substancialmente. Tais substâncias trazem benefícios à saúde e podem ser encontradas em diversas espécies vegetais com grande capacidade antioxidante, responsáveis pela prevenção de doenças cardiovasculares e cancerígenas. Dentre esses vegetais destaca-se o repolho roxo, hortaliça presente na nossa culinária, rica em antocianina, um excelente pigmento natural, de fácil extração, solúvel em água que confere a coloração vermelha a alimentos, podendo ser utilizado na indústria alimentícia em substituição aos corantes sintéticos. Devido a sua instabilidade, pela ação da luz, calor e variações do meio onde estão presentes, o uso da antocianina é ainda restrito. Assim faz-se necessário um estudo para aumentar essa estabilidade com o intuito desse corante natural substituir o corante artificial. Desta forma o presente trabalho teve por objetivo obter formulações que favoreçam a estabilidade do pigmento supracitado, extraído a partir do repolho roxo, mediante secagem por liofilização, por atomização – spray drier e por secador de bandeja, utilizando como veículo estabilizante o carboidrato maltodextrina. Para tanto, avaliou-se teores de antocianinas, polifenóis totais, atividade antioxidante total e cor do repolho roxo “in natura”, seu extrato e dos corantes em pó, armazenados por 56 dias sob incidência e abrigo de luz. Foram determinados também pH, acidez total titulável (ATT), sólidos solúveis(°Brix), atividade de água e umidade. Todos os corantes apresentaram baixa umidade e teor de água, condições que dificultam o desenvolvimento de microrganismos. Na produção dos corantes em pó houve perda da coloração vermelha e maior degradação quando armazenados sob incidência de luz. O uso de qualquer um dos métodos de desidratação avaliados não caracterizou diferença significativa quanto ao teor antociânico, polifenóis e atividade antioxidante, porém o corante submetido à desidratação por liofilização obteve maior teor antociânico tanto na presença como na ausência de luz e o corante obtido por spray drier apresentou maior teor de polifenóis e atividade antioxidante. Foi aplicado o teste de Tukey ao nível de 5% de probabilidade e o melhor processo de secagem foi aquele realizado por atomização, “spray drier”, sofreu menor degradação e conferiu maior estabilidade.pt_BR
dc.publisher.programPós-Graduação em Ciência e Tecnologia de Alimentospt_BR
dc.subject.cnpqCIENCIAS AGRARIAS::CIENCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOSpt_BR
dc.publisher.initialsUniversidade Federal de Sergipept_BR
dc.contributor.advisor-co1Santos, João Antônio Belmino-
dc.description.localSão Cristóvãopt_BR
Appears in Collections:Mestrado em Ciência e Tecnologia de Alimentos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
GILCENIR_RAMOS_SANTOS.pdf1,44 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.