Please use this identifier to cite or link to this item: https://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/3223
Document Type: Dissertação
Title: Práticas de saúde e modernidade na cidade de Parnaíba, Piauí (1850 a 1930) : um estudo arqueológico
Authors: Veras, Naira Lorena de Oliveira
Issue Date: 29-Aug-2014
Advisor: Guimarães, Márcia Barbosa da Costa
Resumo : O século XIX é um período marcado por grandes transformações. As revoluções e mudanças no campo das ideias durante o século XIX e início do século XX, se apoiam nas concepções de modernidade e progresso. A consolidação do sistema capitalista e do consumo no Ocidente interferiu profundamente nas relações sociais. Dentre muitas destas transformações, as mudanças nos hábitos cotidianos intervieram no espaço público e privado, alterando hábitos seculares considerados adequados diante dos padrões sociais até então. A saúde corporal e a higiene pública foram contempladas por essas transformações. A preocupação com esses males, juntamente com o estilo de vida europeu, que se encontrava no principio das transformações que estavam por vir, forçaram a instalação de leis que regulamentassem a aplicação de políticas voltadas para saúde pública. Neste contexto de inovações ideológicas, a cidade de Parnaíba encontrava-se numa fase de modernização com um desenvolvido comércio, assim como outras cidades do país. Renovações nas relações econômicas e sociais, a saúde corporal tornou-se parte dos hábitos cotidianos da população, sendo também usada para distinção social. Para ilustrar e entender os caminhos da modernidade na cidade de Parnaíba tomei por estudo de caso o Museu Pharmacia do Povo, notadamente seus frascos de medicamentos. Sob a ótica da Arqueologia Interpretativa foi possível compreender práticas de consumo voltadas para a saúde na cidade de Paranaíba, percebendo sua inserção no sistema capitalista, a adoção do modo burguês e o desenvolvimento de concepções modernas, calcadas no pensamento positivista, que consolidará o discurso científico dos farmacêuticos na transição para o século XX, em oposição aos curandeiros e boticários.
Abstract: The nineteenth century is marked by great changes. Revolutions and changes in the field of ideas during the nineteenth and early twentieth century, rely on conceptions of modernity and progress. The consolidation of the capitalist system and consumption in the West interfered deeply in social relations. Among many of these transformations, changes in daily habits intervened in the public and private space, changing secular habits considered appropriate on social standards so far. Bodily health and public hygiene were covered by such transformations. The concern with these evils, together with the European way of life, which was at the beginning of the changes that were to come, forced the installation of laws governing the application of policies for public health. In this context of ideological innovations, the city of Parnaíba was in a phase of modernization with a trade developed, as well as other cities. Renewals in economic and social relations, bodily health became part of the daily habits of the population, and are also used for social distinction. To illustrate and understand the ways of modernity in the city of Parnaíba took a case study of the People's Museum Pharmacia, especially his medicine bottles. From the perspective of Archaeology Interpretive was possible to understand consumer practices geared to health in the city of Parnaíba, realizing its insertion into the capitalist system, the adoption of the bourgeois order and the development of modern conceptions, seated in the positivist thinking, which will consolidate the scientific discourse pharmacists in the transition to the twentieth century, in opposition to the healers, and apothecaries.
Keywords: Consumo
Pharmacia do Povo
Práticas sociais
Vidros e frascos de medicamentos
Consumption
Social practices
Glasses and bottles of medicines
Subject CNPQ: CIENCIAS HUMANAS::ARQUEOLOGIA
Sponsorship: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES
Language: por
Country: Brasil
Publisher / Institution : Universidade Federal de Sergipe
Institution: UFS
Program Affiliation: Pós-Graduação em Arqueologia
Citation: Veras, Naira Lorena de Oliveira. Práticas de saúde e modernidade na cidade de Parnaíba, Piauí (1850 a 1930) : um estudo arqueológico. 2014. 161 f. Dissertação (Pós-Graduação em Arqueologia) - Universidade Federal de Sergipe, Laranjeiras, 2014.
Rights: Acesso Aberto
URI: https://ri.ufs.br/handle/riufs/3223
Appears in Collections:Mestrado em Arqueologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
NAIRA_LORENA_OLIVEIRA_VERAS.pdf6,6 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.