Please use this identifier to cite or link to this item: https://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/3602
Document Type: Tese
Title: Mapeamento das condições ambientais favoráveis ao desenvolvimento da esquistossomose na região sul do estado de Sergipe
Other Titles: Mapping of environmental conditions favorable for the development of the southern schistosomiasis state of Sergipe
Authors: Melo, Clênio Bezerra de
Issue Date: 23-May-2014
Advisor: Silva, Angela Maria da
Resumo : A esquistossomose é uma das principais doenças de veiculação hídrica e a degradação ambiental, a pobreza e o subdesenvolvimento são fatores determinantes para sua ocorrência. Este trabalho teve como objetivo realizar o mapeamento das condições ambientais favoráveis ao desenvolvimento da esquistossomose envolvendo os 23 municípios que fazem parte da região sul do estado de Sergipe no período de 2001 a 2010. As áreas foram escolhidas por deterem de um histórico de endemicidade de esquistossomose, sendo utilizadas como balneários nos finais de semana. O estudo foi pautado nos resultados do Programa de Controle da Esquistossomose e visita aos municípios banhados pelas bacias hidrográficas do rio Vaza Barris, rio Real e rio Piauí. Para avaliar as possíveis relações entre as características do padrão de ocupação de espaço territorial e sua capacidade de indução à ocorrência da esquistossomose mansônica foi elaborado uma lista de indutores (fatores de risco) que expressam condições relacionadas à presença e manutenção de criadouros ou focos dessa doença. Para o mapeamento das condições favoráveis foi utilizado um SIG, onde, informações do Índice de Desenvolvimento Humano Municipal, adequabilidade ao saneamento básico, pluviometria, degradação ambiental, acessibilidade as localidades e os indutores de esquistossomose foram espacializados sugerindo áreas de agravo à saúde de populações com proximidades das coleções hídricas. A partir da aquisição dos dados espaciais gráficos e descritivos foi construída a base cartográfica, georreferenciando a posição espacial dos casos ao número de caramujos coletados, a malha viária, os indutores, bem como à taxa de infecção para S. mansoni nas áreas de estudo. O programa utilizado para ligação dos atributos e armazenamento dos dados espaciais descritivos às feições gráficas permitindo a visualização da análise espacial foi o QGIS, onde os resultados foram apresentados através de mapas temáticos e tabelas. Utilizou-se o método de Kernel de intensidade, que promoveu uma suavização estatística, o que permitiu filtrar a variabilidade de um conjunto de dados, retendo as características essenciais dos locais. Os resultados alimentados na base do datasus no período de 2001 a 2010 foram 49.483 casos de esquistossomose, referente aos municípios estudados. Os mapas temáticos produzidos apresentam regiões, posição espacial de maior intensidade dos casos positivos e número de caramujos coletados. Com a análise espacial foi permitido observar as áreas expostas ao risco, associando a malha viária e aos indutores. Os resultados desta pesquisa pode auxiliar medidas de intervenção pública preventivas, facilitando o monitoramento das regiões em estudo.
Abstract: Schistosomiasis is a major waterborne diseases and environmental degradation , poverty and underdevelopment are key factors for its occurrence . This study aims to perform the mapping of favorable environmental conditions for the development of schistosomiasis involving 23 municipalities that are part of the southern state of Sergipe in the period 2001-2010. Areas were chosen for detaining a history of endemicity of schistosomiasis being used as crowds on weekends. The study was guided by the results of the Schistosomiasis Control Program and visits to the municipalities bordering the river basins Vasa Barris , Real Piauí River and river. To assess the possible relationship between the characteristics of the pattern of occupation of land space and its ability to induce the occurrence of schistosomiasis was prepared a list of inducers (risk factors) that express conditions related to the presence and maintenance of breeding or outbreaks of this disease. For the mapping of favorable conditions a GIS was used, where information Municipal Human Development Index, suitability, sanitation, rainfall, environmental degradation, accessibility localities and inducers of schistosomiasis were spatially suggesting areas of injury to the health of populations with nearby bodies of water. From the acquisition of graphics and descriptive spatial data base map was constructed , georreferenciando the spatial position of the cases the number of snails collected , the road network , the inductors as well as the rate of infection for S. mansoni in the study areas . The program used for connecting the storage of descriptive attributes and spatial data to graphical features allowing visualization of spatial analysis was QGIS , where results were presented through tables and thematic maps . We used the intensity Kernel method, which promoted a statistical smoothing filter allowing the variability of a data set while retaining the essential characteristics of sites. The results fed into the base of the ´Datasus´ in the period 2001-2010 were 49,483 cases of schistosomiasis , referring to municipalities. Thematic maps produced feature regions spatial position of greater intensity of positive cases and number of snails collected . With spatial analysis was allowed to observe the at risk areas, associating the road network and inductors. The results of this study may help preventative measures public intervention, facilitating monitoring of the regions under study.
Keywords: Esquistossomose
Schistosoma mansoni - Fatores de risco
Degradação ambiental
Doenças ambientais
Infectologia
Saúde ambiental
Esquistossomose mansônica
PCE
SIG
Schistosomiasis
PCE
GIS
Subject CNPQ: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE
Sponsorship: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Language: por
Country: BR
Publisher / Institution : Universidade Federal de Sergipe
Institution: UFS
Program Affiliation: Pós-Graduação em Ciências da Saúde
Citation: MELO, Clênio Bezerra de. Mapping of environmental conditions favorable for the development of the southern schistosomiasis state of Sergipe. 2014. 168 f. Tese (Doutorado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2014.
Rights: Acesso Aberto
URI: https://ri.ufs.br/handle/riufs/3602
Appears in Collections:Doutorado em Ciências da Saude

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CLÊNIO_BEZERRA_DE_MELO.pdf14,83 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.