Please use this identifier to cite or link to this item: https://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/4172
Document Type: Dissertação
Title: A sustentabilidade das relações socioespaciais em comunidades litorâneas/Sergipe
Authors: Gomes, Roseane Cristina Santos
Issue Date: 28-Feb-2009
Advisor: Vargas, Maria Augusta Mundim
Resumo : Os povoados Porto do Mato e Saco do Rio Real, localizados no município de Estância/SE, são palco de transformações sócio-espaciais balizadas por um processo crescente de especulação imobiliária ligado ao veraneio e demais atividades turísticas. Estas localidades estão inseridas em uma área caracterizada por uma dinâmica sócio-ambiental envolvendo principalmente a reconfiguração das relações que se estabelecem no lugar e seus sujeitos sociais, além da fragilidade dos ecossistemas costeiros ali presentes. Essas transformações, por seu turno, podem não estar contribuindo com as comunidades, seja na valorização dos seus aspectos identitários, na melhoria das condições socioeconômicas da população local, ou na conservação dos aspectos naturais. Portanto, o objetivo desta pesquisa consistiu em avaliar a sustentabilidade das relações sócio-espaciais que se estabelecem nesses povoados, tomando como base a percepção dos sujeitos sociais envolvidos em relação ao lugar. A pesquisa teve como categorias norteadoras o território e a sustentabilidade. Esta ainda é de caráter qualitativo e o método de análise adotado foi o da percepção, pois as interações entre ser humano e ambiente estão diretamente relacionadas aos processos cognitivos, julgamentos, expectativas e conduta de cada indivíduo Tuan (1980). Já os instrumentos de investigação utilizados foram: revisão bibliográfica; pesquisa de campo composta de observação direta, levantamento e registro fotográficos; técnica de entrevista semi-estruturada, assim como a técnica de construção de mapas mentais como ferramenta ratificadora das entrevistas. Diante das investigações feitas, podemos afirmar que as relações sócio-espaciais que se processam entre nativos e não nativos (veranistas) e destes com o lugar, não se dão no viés da sustentabilidade, pois o turismo não trouxe contribuições para as comunidades receptoras, uma vez que não há sinais de desenvolvimento nas localidades com a inserção dessa forma de uso e ocupação do solo, tampouco uma relação de respeito com o lugar. Isto posto, consideramos a relevância para abrir mais frentes de estudo a respeito do turismo nos povoados citados, concebendo que tudo isso pode nos conduzir às experiências e aos significados que o veranista elabora sobre o lugar visitado e as indagações sobre as relações da comunidade receptora com o turismo. A forma de ocupação e uso do espaço aqui explicitado necessita de um planejamento territorial participativo que englobe todos os envolvidos, entre os quais, o poder público e comunidades. Caso isso não ocorra, estes segmentos espaciais, provavelmente sofrerão impactos ambientais gravíssimos, não desconsiderando os já ocorridos.
Abstract: The villages Porto do Mato and Saco do Rio Real, located in Estancia/SE County, are stage of social-space transformations marked out by an increasing process of real estate speculation due to the summering and too much tourist activities. These localities are inserted in an area characterized for a social-ambient dynamics mainly involving the reconfiguration of the relations that are establish between the place and its social citizens, the fragility of coastal ecosystems there present. These transformations, in its turn, may be not contributing to the communities, either in the valuation of its identities aspects, improving socioeconomic conditions of the local population, or the preservation of natural aspects. Therefore, the objective of this research was evaluate the sustainability of the social-space relations that are established in these villages, taking like base the perception of the subjects involved in the place. The research has categories guiding the territory and sustainability. This is still qualitative in nature and the adopted method of analysis was the perception, since the interactions between humans and the environment are directly related to cognitive processes, judgments, expectations and conduct of each individual Tuan (1980). Already the instruments of investigation used were: bibliographical revision; field research consisting of direct observation, photographic survey and register; technique, half-structuralized interview technique, as well as the technique of construction of mental maps as a tool ratifying the interviews. Ahead the investigations done, we can affirm that the socio-spatial relations that take place between natives and not native (summer vacationers) those with the place, not to give the bias of sustainability, since the tourism did not bring contributions to the receiving communities, as soon as there are no signs of development in the localities with the insertion of this form of use and occupation of the ground nor a relationship of respect with the place. Now, we consider the relevance to open more fronts of study regarding the tourism in the mentioned villages, conceiving that everything this can leading us to experiences and meanings that the summer vacationer elaborates on the visited place and the questions on the relations of the receiving community with the tourism. The form of occupation and use of the space here set out needs a participatory territorial planning involving all stakeholders, including the authorities and communities. In case this does not occur, this space segments, probably will suffer serious environmental impacts, not disrespecting the already occurred ones.
Keywords: Saco do Rio Real
Porto do Mato
Percepção
Território
Sustentabilidade
Saco do Rio Real
Porto do Mato
Perception
Territory
Sustainability
Subject CNPQ: CNPQ::OUTROS
Sponsorship: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Language: por
Country: BR
Publisher / Institution : Universidade Federal de Sergipe
Institution: UFS
Program Affiliation: Pós-Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente
Citation: GOMES, Roseane Cristina Santos. SUSTAINABILITY IN THE RELATIONS SOCIOSPATIAL COASTAL COMMUNITY / SERGIPE. 2009. 172 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2009.
Rights: Acesso Aberto
URI: https://ri.ufs.br/handle/riufs/4172
Appears in Collections:Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ROSEANE_CRISTINA_SANTOS_GOMES.pdf2,64 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.