Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/4254
Tipo de Documento: Dissertação
Título: Potencial biotecnológico do umbu : perspectivas para o semi árido.
Título(s) alternativo(s): POTENTIAL OF BIOTECHNOLOGICAL UMBU: perspectives for the semi - arid.
Autor(es): Mélo, Dângelly Lins Figuerôa Martins de
Data do documento: 29-Ago-2005
Orientador: Trindade, Rita de Cássia
Resumo: A região semi-árida do Nordeste brasileiro tem sido foco de diversos estudos na busca de alternativas que ampliem as possibilidades de utilização de seus recursos pela população. Os sistemas de produção são constituídos basicamente pela agricultura de subsistência e pela pecuária extensiva. Contudo, algumas plantas nativas da região, entre elas o Umbuzeiro (Spondias tuberosa Arr. Cam.), têm contribuído como uma fonte de renda alternativa nos períodos de seca. O objetivo desse estudo foi avaliar o potencial biotecnológico do umbu visando fornecer alternativas que possam contribuir com a melhoria de vida das comunidades do semi-árido. Utilizaram-se como parâmetros identificação de leveduras isoladas de polpa de frutos de umbuzeiro, produção semi-artesanal do vinho de umbu, análise das características físico-químicas e sensoriais dos vinhos produzidos e o perfil isoenzimático das leveduras isoladas de umbu. A partir das polpas frescas e congeladas de umbu foram isolados 54 morfotipos e identificadas 17 espécies de leveduras das quais nove isolados foram utilizadas nos ensaios de produção do vinho artesanal de umbu. Os resultados deste estudo evidenciaram que os frutos de umbuzeiro (Spondias tuberosa) se apresentam como bons substratos para o desenvolvimento de leveduras, havendo predominância de espécies ascomicéticas fermentadoras. Foi verificado, também, que todas as amostras testadas mostraram-se capazes de produzir vinhos em escala artesanal de bancada com características físico-químicas e sensoriais aceitáveis. As espécies Kloeckera japonica e Kluyveromyces marxianus produziram os vinhos de umbu de maior aceitabilidade. Por meio do perfil isoenzimático, percebeu-se a existência de um polimorfismo intra e interespecífico, demonstrando a potencialidade da técnica para a detecção de variabilidade intra e interespecífica para a caracterização e distinção das leveduras estudadas. O potencial biotecnológico do umbu, no contexto de produção de vinho se apresenta como mais uma alternativa na cadeia produtiva dessa fruta.
Abstract: The semi-arid region of the Brazilian Northwest has been the focused of several studies aiming the alternatives to amplify the possibilities utilization of sources for population. Subsistence agriculture and extensive herds constitute the systems of production basically. Nevertheless some native species from this region among them the Umbu trees (Spondias tuberosa Arr. Cam.) has been contributed as an alternative source income in the dry periods. The goal of this study was to evaluate the biotechnological potential of umbu fruits, aiming to promote alternative income which can contribute to improve the life of communities in dry regions. It was utilized the following parameters: the umbu yeast identification; workmanship wine production, physical chemistry and sensorial umbu wine characteristics and the isozyme pattern of yeast isolated from umbu. Fresh fruits of umbu were isolated from 54 morphotypes and identified 17 species with nine isolated from workmanship wine umbu essays. The results to evidence the fruits of umbu trees (Spondias tuberosa) as good substrate to grow yeasts with a predominance of Ascomycete species to ferment wine. All samples were able to produce wine in a workmanship scale with physical chemistry and sensorial characteristics acceptable. The Kloeckera japonica species and Kluyveromyces marxianus produced the more acceptable umbu wine. Analyzing the isozyme patterns it was detected the existence of a intra and inter specific polymorphism which demonstrate the potentiality of this technique to distinguish the studied yeast. The umbu wine in a production system context presents as an alternative income in productive chain.
Palavras-chave: Semi-árido
Sergipe
Sustentabilidade
Umbuzeiro
Vinho de umbu
Isoenzimas
Semi-arid region
Sergipe
Sustainability
Umbu tree
Umbu wine
Isozyme
área CNPQ: CNPQ::OUTROS
Idioma: por
País: BR
Instituição/Editora: Universidade Federal de Sergipe
Sigla da Instituição: UFS
Programa de Pós-graduação: Pós-Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://ri.ufs.br/handle/riufs/4254
Aparece nas coleções:Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DANGELLY_LINS_FIGUEROA_MARTINS_MELO.pdf936,83 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.