Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/4287
Document Type: Dissertação
Title: Diagnóstico dos fragmentos de mata atlântica de Sergipe através de sensoriamento remoto
Authors: Santos, André Luiz Conceição
Issue Date: 15-Apr-2009
Advisor: Carvalho, Celso Morato de
Resumo : O trabalho consiste em caracterizar morfologicamente os remanescentes de mata atlântica da região de Sergipe. As descrições são orientadas por cinco questões elaboradas antes da coleta de dados: i) Quantos fragmentos florestados ainda ocorrem na região sergipana de mata atlântica? ii) Como estão distribuídos os remanescentes de mata atlântica na região de Sergipe? iii) Como caracterizar os fragmentos de mata atlântica de Sergipe com relação ao tamanho? iv) Como caracterizar os fragmentos com relação à conectividade entre si? v) Qual o formato dos remanescentes florestados de Sergipe? As análises morfológicas dos fragmentos foram feitas através de técnicas de sensoriamento remoto, utilizando-se o programa ENVI e composição colorida RGB para discriminar os alvos nas imagens. As análises das imagens, obtidas do satélite Spot 5, foram complementadas por fotografias aéreas. Foram considerados os fragmentos maiores do que 17 ha de área. A delimitação da área de estudo foi feita através da interpretação do relevo obtido pelas imagens de satélite. Com relação ao número de fragmentos, composição da primeira pergunta, foram mapeados 403 fragmentos que perfazem juntos 36.000 ha. Sobre a distribuição dos fragmentos, composição da segunda pergunta, foram reconhecidos cinco grupamentos, denominados de acordo com a localização: i) Santa Luzia do Itanhy-Estância, ii) Aracaju-São Cristóvão-Itabaiana, iii) Rosário do Catete, iv) Japaratuba, v) Pacatuba-Japoatã. Com relação ao tamanho (ha), a maioria dos fragmentos tem cerca de 17 - 70 ha; os grupamentos situados entre Aracaju e Santa Luzia do Itanhy estão entre os maiores. A conectividades entre os fragmentos, composição da quarta pergunta, variou de 2 - 19 km entre os grupamentos e entre os fragmentos as distâncias médias ficaram ao redor de 1 km. Com relação ao formato, composição da quinta pergunta, adotou-se a verificação para a circularidade dos fragmentos, cujos índices variaram entre 0,006 - 0,31, mostrando que as bordas se afastam da circularidade. Sobre cada pergunta foram discutidos temas pertinentes. Do ponto de vista da conservação, apesar de bastante perturbados, os fragmentos de mata atlântica de Sergipe guardam ainda condições satisfatórias de formato e conectividade.
Abstract: The work characterizes morphologically the atlantic forest remnants of Sergipe. The descriptions are guided by five questions prepared before collection of data: i) how many rainforest fragments still occur in Sergipe? ii) How the rainforest remnants are distributed in Sergipe region? iii) How could the Atlantic forest fragments be characterized by size in Sergipe? iv) How to characterize the fragments with respect to the connectivity between them? v) What is the remnant Atlantic forest fragments` shape in Sergipe? The morphological analysis of the fragments were made using techniques of remote sensing; ENVI program and RGB color composition were used to discriminate targets in the images. Analysis of images were obtained from the Spot 5 satellite and were supplemented by aerial photographs. Fragments larger than 17 ha in area were considered. The delimitation of the study area was made through the interpretation of the relief obtained by the satellite images. Answering the first question, 403 mapped fragments make up together 36.000 ha. About distribution of the fragments, answering the second question, five groups were recognized and named according to the location: i) Santa Luzia do Itanhy-Estância, ii) Aracaju-São Cristóvão-Itabaiana, iii) Rosário do Catete, iv) Japaratuba, v) Pacatuba- Japoatã. Regarding the size (ha), most of the fragments is about 17 - 70 ha; the largest groups are located between Aracaju and Santa Luzia do Itanhy. Answering the forth question, the connectivity between the grous of fragments varied from 2 - 19 km; and the distance between the fragments themselves was about 1 km. Regarding the format, composition of the fifth question, it was adopted the verification for the circularity of the fragments, whose rates ranged from 0,006 - 0,31, showing that its borders differ from the edges of circularity. Relevant issues were discussed about each question in this work. About conservation, in spite of the atlantic forest fragments are disturbed, Sergipe still keep a satisfactory format and connectivity.
Keywords: Mata atlântica
Sensoriamento remoto
Conservação
Sergipe
Rainforest
Remote sensing
Conservation
Subject CNPQ: CNPQ::OUTROS
Language: por
Country: BR
Publisher / Institution : Universidade Federal de Sergipe
Institution: UFS
Program Affiliation: Pós-Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente
Citation: SANTOS, André Luiz Conceição. Diagnóstico dos fragmentos de mata atlântica de Sergipe através de sensoriamento remoto. 2009. 94 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2009.
Rights: Acesso Aberto
URI: https://ri.ufs.br/handle/riufs/4287
Appears in Collections:Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ANDRE_LUIZ_CONCEICAO_SANTOS.pdf8,09 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.