Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/4289
Document Type: Dissertação
Title: Biodegradação de efluentes sanitários no estuário do Rio Poxim em Aracaju/SE
Authors: Souza, Carina Siqueira de
Issue Date: 20-Feb-2009
Advisor: Marques, José Jailton
Resumo : As cidades normalmente estão associadas a desenvolvimento e a impactos ambientais, ocasionados pelos aglomerados urbanos. O aumento da densidade demográfica implica também no crescimento dos resíduos gerados, principalmente os efluentes sanitários. No caso da cidade de Aracaju, dados indicam que apenas 31,8% dos efluentes domésticos são coletados e o restante é descartado in natura em canais e deságuam nos estuários. Nesse ambiente, a matéria orgânica sofre biodegradação em condições bem diferentes das de um meio doce, sobretudo no tocante à pressão osmótica, que varia sob o efeito das marés (salinidade). O presente trabalho teve como objetivo estudar a biodegradação de efluentes sanitários em meio estuarino, em escala de laboratório, para avaliar o impacto ambiental associado ao descarte de efluentes em tal atributo. As salinidades testadas foram: 1, 2 e 3,5%; as concentrações de matéria orgânica (expressas em termos da DBO) foram 150, 200 e 250 mg/L, em matrizes com água real (água coletada no próprio estuário). Os parâmetros de controle medidos ao longo dos experimentos foram a concentração de oxigênio dissolvido, pH e temperatura, e as análises realizadas nas amostras foram sólidos suspensos totais e Demanda Bioquímica de Oxigênio (DBO), segundo metodologia estabelecida por Clesceri et al. (1998). Os resultados obtidos mostraram que os microrganismos utilizados são classificados como halófilos. Os coeficientes cinéticos indicam que, para salinidades de 2%, a velocidade de crescimento é máxima, assim como a taxa de consumo do substrato, mas são valores baixos comparados aos coeficientes obtidos em experimentos em matrizes com água doce. A velocidade de crescimento aumenta até determinada concentração de substrato, a partir da qual a velocidade específica de crescimento fica constante, confirmando que a cinética é do tipo Monod. Concluiu-se então que a concentração de sal afeta significativamente o crescimento microbiano e o consumo do substrato. Mesmo no ambiente em que os microrganismos estejam adaptados às condições do meio, o processo de recuperação natural de um estuário é lento, caso sejam cessadas as fontes de poluição. Portanto, há necessidade de se elaborar políticas públicas voltadas para o saneamento ambiental no Município de Aracaju/SE.
Abstract: Cities are usually associated to development and environmental impacts caused by urban settlements. The increase in population density also means growth in waste generated, mainly due to municipal sewage. In the case of Aracaju city, data indicate that only 31.8% of household waste are collected and the remainding is discarded in natura in drainage channels and in estuaries. In this environment, organic matter undergoes biodegradation in conditions quite different from those as freshwater medium, especially with regard to osmotic pressure, which varies under the influence of tides (salinity). This study aimed to study the biodegradation of municipal sewage in estuarine environment in the laboratory scale, to assess the environmental impact associated with the disposal of effluents in this medium. The salinities tested were: 1, 2 and 3.5%, the concentrations of organic matter (expressed in terms of BOD) were 150, 200 and 250 mg/L, using real water (water collected in the estuary. The control parameters measured during the experiments were the concentration of dissolved oxygen, pH and temperature and the parameters analyzed in the samples were total suspended solids and biochemical oxygen demand (BOD), according to Clesceri et al. (1998). The results showed that the microorganisms used are classified as halophilous. The kinetic coefficients indicate that, for salinities around 2%, the growth rate is maximum, and the substrate rate consumption, but these values are low compared to the freshwater matrix coefficients. The speed of growth decreases with the increase of concentration substrate, confirming that the kinetics is a Monod type. To conclude, the salt concentration affects significantly the microbial growth and the substrate, even in the situations where the microorganisms are adapted to the environmental conditions the natural reconstruction process of an estuary is slow, if ceased pollution sources. Therefore, there is a great necessity to develop public policies for environmental sanitation in Aracaju city (SE).
Keywords: Biodegradação em meio estuarino
Impacto ambiental
Políticas públicas
Biodegradation in estuarine environment
Environmental impact
Public policy
Subject CNPQ: CNPQ::OUTROS
Language: por
Country: BR
Publisher / Institution : Universidade Federal de Sergipe
Institution: UFS
Program Affiliation: Pós-Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente
Citation: SOUZA, Carina Siqueira de. Biodegradação de efluentes sanitários no estuário do Rio Poxim em Aracaju/SE. 2009. 106 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2009.
Rights: Acesso Aberto
URI: https://ri.ufs.br/handle/riufs/4289
Appears in Collections:Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CARINA_SIQUEIRA_SOUZA.pdf2,94 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.