Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/4313
Document Type: Dissertação
Title: Macaco guigó (Callicebus coimbrai) : dispersão de sementes e conhecimento ecológico na Mata Atlântica de Sergipe
Other Titles: Coimbra’s titi (Callicebus coimbrai) : seed dispersal and ecological knowledge in the Atlantic Forest of Sergipe
Authors: Baião, Sirley Almeida Adelino
Issue Date: 15-Feb-2013
Advisor: Ferrari, Stephen Francis
Resumo : O estudo apresentado aqui é um componente do "Projeto Guigó", uma investigação orientada em longo prazo, sobre a conservação da ecologia dos macacos guigós do estado brasileiro de Sergipe. Aqui, o objetivo principal foi o de fornecer dados detalhados sobre o papel de C. coimbrai como um frugívoro e dispersor de sementes, sua contribuição para o funcionamento do ecossistema e a compreensão desse papel pela população local. Os grupos de Callicebus coimbrai foram monitorados entre abril e outubro de 2012, em dois locais de Sergipe a Fazenda Trapsa, no município de Itaporanga D'Ajuda e no Refúgio de Vida Silvestre Mata do Junco em Capela. Os dados foram coletados através do monitoramento contínuo dos dois grupos de estudo, quando cada um dos grupos visitava uma árvore em frutificação foi documentado (hora do dia, evento de alimentação, número de indivíduos, número de frutos ingeridos) e mapeado com um GPS. Todos os eventos de defecação observados também foram documentados (hora, indivíduo, presença de coprófagos) e sempre que possível, uma amostra das fezes foi coletada para análise. Ambos os grupos se alimentaram com frutos durante todo o período do estudo, embora o grupo do Junco fosse mais frugívoro, em geral, do que o grupo Trapsa tanto em termos de tempo gasto na alimentação e o número de manchas de fruta visitadas em cada mês. Um total de 31 espécies de plantas foram exploradas por causa dos seus frutos nos dois locais, embora apenas duas fossem comuns aos dois lugares (índice de Jaccard = 0,065). No geral, as amostras de fezes foram coletadas em 61,9% dos eventos de defecação observados. No entanto, apenas 27,3% das amostras continham sementes, apesar de haver uma diferença considerável entre os grupos (14,3% para Trapsa e 47,9% para Junco), que reflete a diferença entre os sítios no comportamento de alimentação (houve uma correlação significativa entre o número manchas de alimentação visitadas a cada mês e o número de amostras que contêm as sementes). Sementes de até três espécies e 14 sementes foram encontradas, em qualquer amostra dada. Uma análise das distâncias de dispersão indicou uma taxa de passagem média no intestino de 4 horas e 44 minutos para o grupo Trapsa, com uma distância média de 189,7 m, enquanto que para o grupo Junco, a média de tempo de passagem foi de apenas 2 horas 51 minutos em média à distância de 126,0 m. Os resultados indicam que C. coimbrai é um importante agente de dispersão de sementes na Mata Atlântica de Sergipe. Besouros Scarabid do gênero Canthidium (Eucanthidium) foram observados ou capturados em todos os meses do período de estudo e podem ser importantes dispersores secundários das sementes defecadas pelo Callicebus coimbrai. Entrevistas com moradores locais em ambos os sítios indicaram que a maioria das pessoas conhecem a floresta e sua fauna, mas poucos tinham algum conhecimento confiável sobre a ecologia do C. coimbrai. Diferenças importantes também foram registradas entre os sítios no conhecimento e opiniões dos moradores. No geral, os resultados do estudo salientam a importância de C. coimbrai como frugívoros e dispersores de sementes, bem como a necessidade de compreender a variação temporal e espacial na ecologia da espécie, a fim de garantir estratégias de conservação em longo prazo. Um maior conhecimento da ecologia da espécie também parece ter grande potencial para o desenvolvimento de programas integrados de educação ambiental
Abstract: The study presented here is a component of the Guigó Project , a long-term conservation-oriented investigation of the ecology of the titi monkeys of the Brazilian state of Sergipe. Here, the primary objective was to provide detailed data on the role of C. coimbrai as a frugivore and seed disperser, its contribution to the functioning of the ecosystem, and the understanding of this role held by local residents. Callicebus coimbrai groups were monitored between April and October, 2012, at two sites Sergipe the Fazenda Trapsa in the municipality of Itaporanga D Ajuda, and the Mata do Junco Wildlife Refuge in Capela. Data were collected through the continuous monitoring of the two study groups, when each of the group s visits to a fruiting tree was documented (time of day, duration of feeding bout, number of individuals, number of fruits ingested) and mapped with a GPS. All observed defecation events were also documented (time, individual, presence of copraphagous insects) and whenever possible a sample of the faeces was collected for analysis. Both groups fed on fruit throughout the study period, although the Junco group was far more frugivorous, overall, than the Trapsa group in terms of both time spent feeding and the number of fruit patches visited each month. A total of 31 plant species were exploited for their fruit at the two sites, although only two were common to both sites (Jaccard index = 0.065). Overall, faeces samples were collected from 61.9% of observed defecation events. However, only 27.3% of these samples contained seeds, although there was a considerable difference between groups (14.3% for Trapsa and 47.9% for Junco), which reflected the inter-site difference in feeding behaviour (there was a significant correlation between the number of feeding patches visited each month and the number of samples containing seeds). Seeds of up to three species and 14 seeds were found in any given sample. An analysis of dispersal distances indicated a mean gut passage rate of 4 hours and 44 minutes for Trapsa group, with a mean distance of 189.7 m, whereas for Junco group, mean passage time was only 2 hours 51 minutes, and mean distance, 126.0 m. The results indicate that C. coimbrai is an important agent of seed dispersal in the Atlantic Forest of Sergipe. Scarabid beetles of the genus Canthidium (Eucanthidium) were observed or captured in all months of the study period, and may be important secondary dispersers of the seeds defecated by the titis. Interviews with local residents at both sites indicated that most people know the forest and its fauna, but very few had any reliable knowledge on the ecology of C. coimbrai. Important differences were also recorded between sites in the knowledge and opinions of the residents. Overall, the results of the study emphasise the importance of C. coimbrai as a frugivore and seed disperser, as well as the need to understand temporal and spatial variation in the ecology of the species in order to guarantee long-term conservation strategies. A greater knowledge of the ecology of the species also appears to have great potential for the development of integrated programs of environmental education
Keywords: Callicebus coimbrai
Conservação
Ecologia
Frugívoro
Conservation
Ecology
Frugivorous
Subject CNPQ: CNPQ::OUTROS
Language: por
Country: BR
Publisher / Institution : Universidade Federal de Sergipe
Institution: UFS
Program Affiliation: Pós-Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente
Citation: BAIÃO, Sirley Almeida Adelino. Macaco guigó (Callicebus coimbrai) : dispersão de sementes e conhecimento ecológico na Mata Atlântica de Sergipe. 2013. 82 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2013.
Rights: Acesso Aberto
URI: https://ri.ufs.br/handle/riufs/4313
Appears in Collections:Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
SIRLEY_ALMEIDA_ADELINO_BAIÃO.pdf1,79 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.