Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/5941
Document Type: Dissertação
Title: O cuidado de si na redução de danos : uma análise histórica, política e ética, a partir de Michel Foucault
Authors: Gomes, Marcel Maia de Oliveira
Issue Date: 23-Aug-2013
Advisor: Ferreri, Marcelo de Almeida
Resumo : A presente pesquisa discute o cuidado de si enunciado nas estratégias de redução de danos direcionadas aos usuários de drogas. Tais estratégias intitulam-se potencializadoras de uma postura ética, pois possibilita a esses usuários de drogas tornarem-se, então, protagonistas de suas próprias ações, e adquirir liberdade em suas escolhas, em suas decisões de vida. A partir dessa afirmação, e em face ao pensamento de Michel Foucault, a pesquisa questiona se o cuidado de si da redução de danos seria condizente a uma dimensão ético-libertadora, ou a um imperativo moral do cuide-se no campo das práticas de saúde. As análises percorrem um caminho que compreende a articulação de três planos de investigação: um histórico, um político e um ético, construídos ao mesmo tempo em que se atravessam. A investida histórica apresenta as primeiras formulações de uma noção de medicina social na Alemanha, na França, na Inglaterra e no Brasil, bem como suas relações com a noção de polícia médica, práticas de militarização e biopolítica. No plano político são analisados dilemas traçados entre as instâncias jurídicas e da saúde ao tratar da questão das drogas. Em meio às discussões históricas e políticas, a pesquisa levanta a hipótese de que as práticas de redução de danos condizem a uma atualização da medicina social. O plano ético põe em questão os enunciados do cuidado de si presentes nas estratégias de redução de danos, contrapostas à articulação ética e política no pensamento de Foucault em sua pesquisa histórica da Antiguidade.
Abstract: This study discusses self-care enunciated in harm reduction strategies targeted at drug users. Such strategies call themselves potentiating an ethical stance, as it allows these drug users become then the protagonists of their own actions, and gain freedom in their choices in their life decisions. From this statement, and in the face at Michel Foucault s thought, the survey asks whether the self-care of harm reduction would be related to an ethical dimension liberating, or a moral imperative of care in the field of health practices. Analyzes run through a path that include the articulation of three research plans: a history, a politician and ethical, built at the same time that cross. The onslaught historical presents the first formulation of a notion of social medicine in Germany, France, England and Brazil, as well as their relationships with the notion of medical police, practices militarization and biopolitics. On the political dilemmas are analyzed instances drawn between legal and health to address the issue of drugs. Amid the political and historical discussions, research hypothesizes that practices harm reduction meets an update of social medicine. The plan calls into question the ethical statements of self-care strategies present in harm reduction, opposed to the joint ethics and politics in Foucault s thought in its historical research of antiquity
Keywords: Michel Foucault
Conduta
Usuários de drogas
Medicina social
Drogas
Toxicômanos
Usuários de drogas
Cuidado de si
Conduct of life
Drug abuse
Drug addicts
Drugs of abuse
Social medicine
Subject CNPQ: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA SOCIAL
Language: por
Program Affiliation: Pós-Graduação em Psicologia Social
Rights: Acesso Aberto
URI: https://ri.ufs.br/handle/riufs/5941
Appears in Collections:Mestrado em Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MARCEL_MAIA_OLIVEIRA_GOMES.pdf955,93 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.