Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/6088
Document Type: Dissertação
Title: Caracterização de interações entre matéria orgânica natural e íons metálicos por ultrafiltração em fluxo tangencial com múltiplos estágios.
Authors: Santos, Adilson Costa
Issue Date: 22-Jun-2009
Advisor: Romão, Luciane Pimenta Cruz
Resumo : Neste trabalho foram caracterizadas as interações entre a matéria orgânica natural e íons metálicos por meio da técnica da ultrafiltração em fluxo tangencial com múltiplos estágios. Para tal, amostras de água da Gruta da Serra do Parque Nacional Serra de Itabaiana (SE) foram coletadas. Dentre os principais parâmetros determinados, destacam-se o pH , o COD , as absorbâncias em 254 e em 436 nm, a capacidade de complexação em relação ao íon Cu(II) e as concentrações de trinta e três elementos. A amostra foi submetida a ultrafiltração em fluxo tangencial, com cinco estágios, obtendo-se seis frações com tamanhos moleculares em kDa assim descritos: F1 > 100 ; F2 100-50; F3 50-30; F4 30-10; F5 10-5 e F6 < 5. As concentrações de nove metais (Al, Ba, Cr, Cu, Fe, Mn, Ni, Pb e Sr), o COD, as absorbâncias no UV-Vis e a fluorescência molecular foram determinadas nas seis frações. Os resultados mostraram que as frações F2 e F5 foram as mais ricas em substâncias húmicas. Adicionaram-se alíquotas de soluções de nove íons metálicos (Al3+, Ba2+, Cr3+, Cu2+, Fe3+, Mn2+, Ni2+, Pb2+ e Sr2+) a 1 L de amostra, que foi mantida sob agitação magnética durante 30 dias. Nos tempos de 1, 7, 15 e 30 dias foram efetuados novos fracionamentos para investigação do COD e dos teores de íons metálicos nas frações. A distribuição de COD e dos íons metálicos adicionados variou através dos diversos tempos de complexação. As constantes de estabilidade dos complexos formados entre a matéria orgânica natural e os metais alumínio, cobre e ferro também foram determinadas pelo método da ultrafiltração, obtendo-se log K (Al) = 7,1, log K (Cu) = 6,6 e log K (Fe) = 7,6. A caracterização da matéria orgânica natural permitiu avaliar o elevado poder tamponante da mesma em relação aos íons metálicos, bem como comprovar a preservação do manancial em estudo.
Abstract: In this work the interactions between metallic the natural organic matter and ions by means of the technique of the ultrafiltration in tangential flow with multiple stagess of training had been characterized. For such, water samples of the Grotto of the Mountain range of the National Park Mountain range of Itabaiana (SE) had been collected. Amongst the main determined parameters, they are distinguished pH, the DOC, the absorbances in 254 and 436 nm, the complexation capacity in relation to the Cu (II) ion and the concentrations of thirty and three elements. The sample was submitted the ultrafiltration in tangential flow, with five stages of training, getting itself six fractions with thus described molecular sizes in kDa: F1 : > 100; F2 : 100-50; F3 : 50-30; F4 : 30-10; F5 : 10-5 and F6 : < 5. The concentrations of nine metals (Al, Ba, Cr, Cu, Fe, Mn, Ni, Pb and Sr.), the DOC, the absorbances in UV-Vis and the molecular fluorescence had been determined in the six fractions. The results had shown that the fractions F2 and F5 had been richest in humics substances. They had added aliquot of metallic solutions of nine ions (Al3+, Ba2+, Cr3+, Cu2+, Fe3+, Mn2+, Ni2+, Pb2+ and Sr2+) the 1 L of sample, that was kept under magnetic agitation during 30 days. In the times of 1, 7, 15 and 30 days had been effected new fractionaments for inquiry of the DOC and metallic texts of ions in the fractions. The distribution of added metallic DOC and ions varied through the diverse times of complexation. The stability constants of the complexes formed between the natural organic matter and metals aluminum, cooper and iron also had been determined by the method of the ultrafiltration, getting itself log K (Al) = 7,1, log K (Cu) = 6,6 and log K (Fe) = 7,6. The characterization of the natural organic matter allowed to evaluate the high one to be able buffering of the same one in relation to metallic ions, as well as proving the preservation of the source in study
Keywords: Química
Matéria orgânica
Metais
Água
Subject CNPQ: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::QUIMICA
Language: por
Country: BR
Publisher / Institution : Universidade Federal de Sergipe
Institution: UFS
Program Affiliation: Pós-Graduação em Química
Citation: SANTOS, Adilson Costa. Caracterização de interações entre matéria orgânica natural e íons metálicos por ultrafiltração em fluxo tangencial com múltiplos estágios.. 2009. 60 f. Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2009.
Rights: Acesso Aberto
URI: https://ri.ufs.br/handle/riufs/6088
Appears in Collections:Mestrado em Química

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ADILSON_COSTA_SANTOS.pdf624,99 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.