Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/9638
Tipo de Documento: Monografia
Título: Atividade antimicrobiana de óleo essencial de manjericão (ocimum basilicum L.) contra bactérias patogênicas e deterioradoras relacionadas a alimentos
Autor(es): Mendonça, Francielle Palmeira Teles de
Data do documento: 16-Abr-2018
Orientador: Barbosa, Ana Andréa Teixeira
Resumo: A busca por antimicrobianos naturais tem aumentado nos últimos anos e estimulado vários estudos com óleos essenciais (OE’s) de plantas aromáticas, que têm sido apontados como alternativa na conservação de alimentos. Somando-se a essa informação, doenças de origem alimentar causadas por bactérias ainda são comuns no mundo inteiro, em que os sintomas variam de diarreia, nos casos mais simples, a óbito, nos casos mais graves. Diante de todo este cenário, o objetivo deste trabalho foi avaliar a atividade antimicrobiana do óleo essencial de sete cultivares de Ocimum basilicum L. frente à seis estirpes de bactérias: Escherichia coli ATCC 23226, Bacilus cereus ATCC 4504, Salmonella typhimurium ATCC 14028, Enterobacter sakazakii ATCC 29004, Staphylococcus aureus ATCC 8095 e Listeria monocytogenes ATCC 7644. O espectro de atividade dos óleos contra os microrganismos foi avaliado pelo método de difusão em ágar. Foram determinadas a concentração inibitória mínima (CIM), dose bactericida mínima (DBM) seguindo metodologia do CLSI (2017) e o efeito do óleo no crescimento de S. aureus foi verificado pelo monitoramento do crescimento da cultura pela leitura da densidade óptica a 600 nm na presença de concentrações crescente dos óleos. O óleos em análise inibiram todas as bactérias testadas, demonstrando amplo espectro de atividade. A determinação da CIM e da DBM demonstraram heterogeneidade na sensibilidade dos microrganismos frente aos óleos essenciais dos diferentes cultivares. Considerando os menores valores de CIM e DBM, os óleos essenciais foram mais efetivos em inibir as bactérias Gram-negativo. Na maioria dos casos, a DBM foi maior que a CIM, demonstrando que em baixas concentrações os óleos exercem efeito bacteriostático e em altas concentrações, bactericida. A adição de concentrações crescentes dos óleos Mrs. Burns e Maria Bonita ao meio BHI resultaram no aumento da fase lag, diminuição da DO máxima e da taxa de crescimento de S. aureus. Os resultados obtidos demonstram que os óleos testados apresentam potencial para controlar o crescimento de microrganismos patogênicos e deterioradores relacionados a alimentos. Talvez a forma mais efetiva para esse uso seja pela incorporação dos óleos a revestimentos comestíveis. O melhor tipo de revestimento e o alimento mais adequado para esse uso ainda serão testados
Palavras-chave: Biologia
Ensino de biologia
Escherichia coli
Listeria monocytogenes
Salmonella thiphymurium
Plantas aromáticas
Antimicrobianos naturais
Óleo essencial de manjericão
Bactérias patogênicas
Alimentos
Manajericão
Plantas medicinais
área CNPQ: CIENCIAS BIOLOGICAS::BOTANICA::FISIOLOGIA VEGETAL
Idioma: por
Sigla da Instituição: Universidade Federal de Sergipe
Departamento: DBI - Departamento de Biologia – São Cristóvão – Presencial
Citação: Mendonça, Francielle Palmeira Teles de. Atividade antimicrobiana de óleo essencial de manjericão (ocimum basilicum L.) contra bactérias patogênicas e deterioradoras relacionadas a alimentos. São Cristóvão, SE, 2018. Monografia (bacharelado em Ciências Biológicas) – Departamento de Biologia, Centro de Ciências Biológicas e da Saúde, Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2018
URI: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/9638
Aparece nas coleções:Biologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Francielle_Palmeira_Teles_Mendonça.pdf738,89 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.